Imprimir esta página

Folk Cinfães 2018

26-08-2018 Acedido 646 vezes

Entre 3 e 12 de Agosto, o FOLK CINFÃES (Festival Internacional de Folclore), organização da Associação de Cantas e Cramóis, levou a cor, a música, a dança, a cultura e a etnografia de sete países aos quatro cantos do concelho de Cinfães e da região.

Para além do Grupo Folclórico de Cantas e Cramóis de Pias – Cinfães, o anfitrião, e do Rancho Folclórico do Bairro de Santarém, Graínho e Fontaínhas – Santarém, integraram a iniciativa grupos dos países como Sérvia (KUD”Dimitrije Tucovic”), República Checa (Ensemble “Kuzelovjan”), Russia (Uzory & Bilina), Geórgia (Ensemble Marula), Chile (Walmapu Compañia Folklorica do Chile), Quénia (Kactas Africa); Argélia (Association Culturelle Couleur d’Algerie).

A quarta edição do FOLK CINFÃES, iniciativa do Grupo Folclórico de Cantas e Cramóis de Pias – Cinfães, em parceria com a Câmara Municipal de Cinfães, contou ainda com o apoio das Juntas de Freguesia de Cinfães, Moimenta, Tendais, Souselo, União de Freguesias da Alhões Bustelo Gralheira e Ramires, das Associações:- Grupo Folclórico de Nespereira, Rancho Folclórico de Tendais, Rancho Folclórico da Casa do Povo de Souselo, das IPSS de Cinfães, Souselo, Nespereira, Tendais e Ferreiros, da ANCRA (Associação Nacional dos Criadores da Raça Arouquesa), do Agrupamento de Escolas de Cinfães (Escola E.B.2,3 Serpa Pinto), da Escola Secundária de Cinfães (Prof.Dr. Flávio Resende), das Câmaras Municipais de Tabuaço e Tarouca e outras associações sócio culturais de concelhos limitrofes.

Em declarações à imprensa, à margem do festival, o presidente da Direção da Associação “Cantas e Cramóis”, Fernando Monteiro, referiu que o sucesso da iniciativa, se deve ao trabalho de equipa e à qualidade dos grupos participantes, que têm tradição de folclore, recordando e agradecendo aos elementos do Grupo Folclórico Cantas e Cramóis, aos guias/interpretes que se disponibilizaram, voluntariamente, a acompanhar os grupos convidados, às cozinheiras, aos musicos da Banda Marcial de Cinfães e da Academia de Música, ao maestro Joaquim Araújo Pereira Pinto, aos colaboradores da gala de encerramento do Folk Cinfães (Raquel Rodrigues, Catarina Castro e Luís Morais) ao apresentador António Remuge e em especial à Câmara Municipal de Cinfães e ao Agrupamento de Escolas de Cinfães, onde os grupos ficaram instalados.

A todos agradeçe pelo esforço que fizeram para que a 4.ª edição do FOLK CINFÃES tivesse o resultado num enorme sucesso, esperando que a avaliação do CIOFF Portugal, seja positiva de forma a merecer a aprovação do Festival pelo CIOFF Internacional.

O festival arrancou oficialmente no dia 4 de agosto, numa receção aos grupos no Salão Nobre dos Paços do Concelho. A esta cerimónia solene, presidida pelo Presidente da Câmara Municipal de Cinfães, Enf.º Armando Mourisco, seguiu-se uma troca de lembranças entre os grupos participantes. No mesmo dia, pelas 21H30 o largo da Fonte dos Amores – Cinfães acolheu a Gala de Abertura do Festival. Depois de um périplo pelas freguesias do concelho, no mesmo espaço o Folk Cinfães terminou com a gala de encerramento a 10 de agosto. Fernando Monteiro, recorda as cerca de 250 pessoas, entre os participantes e pessoal da organização, que fizeram deste festival um enorme sucesso, que se espera ver repetido no próximo ano, já com a bandeira do CIOFF Internacional e do IOV World.

O presidente da Associação “Cantas e Cramóis” refere que o evento funcionou também como uma “alicerçar de amizades e experiência” entre as diferentes culturas do mundo ali representadas, num constante apelo à Paz.